Pode haver muitas diferenças entre compostos polidores. Certas características possuem extrema importância, e nem todos os produtos dispõem dessas características da mesma forma. Alguns possuem mais lubrificação do que outros, por exemplo. Isso requer habilidade e experiência para entender qual composto polidor deve ser escolhido para determinada situação. Isso não pode ser definido pelo produto em si mas também pela máquina de polimento que será utilizada, a boina que será utilizada, o tipo de tinta, o tempo (se é aplicável) e a cor da pintura. As diferenças entre os produtos podem ser: nível de abrasão, SMAT ou DAT, quantidade de partículas por ml, quantidade de lubrificação, base de óleo ou água, por quanto tempo vai ser necesário o trabalho, melhor em tinta macia ou dura, projetada para ser usada manualmente, DA ou por rotação.

     Uma diferença que talvez muitos não conheçam, é o termo SMAT e DAT. Mas o que significa isso? Bom, vamos começar falando sobre tenacidade. E é bom lembrar que abrasividade é a capacidade de determinado abrasivo em remover material submetido ao processo de desgaste.

     A capacidade de um grão abrasivo quebrar-se está associada à sua tenacidade. O conceito de tenacidade aplicado aos grãos abrasivos pode ser entendido como sendo a capacidade do grão abrasivo em suportar as tensões provocadas por impactos, sem fraturar-se e quebrar em pedaços. Assim, pode-se entender tenacidade como sendo a quantidade de trabalho necessário para quebrar um grão abrasivo, sob determinadas condições e esforços aplicados. Quanto maior o esforço aplicado para produzir a ruptura do grão abrasivo, maior a tenacidade do mesmo.

     Composto polidores SMAT (Super Micro Abrasive Technology) e DAT (Diminishing Abrasives Technology) são feitos para combinar com diversos ingredientes. Normalmente um óleo para ajudar a lubrificação e um material abrasivo (normalmente uma substância em pó).

     SMAT usa micro abrasivos em um tamanho fixo para um efeito controlado e uniforme. Esses abrasivos permanecem em seu tamanho. Na essência: quanto mais polir, mais efetivo será (pois removerá mais tinta). Existe um limite para quanto tempo dura, uma vez que os micro abrasivos no composto polidor podem se deformar devido a ação de polimento, fazendo o efeito ir diminuindo. Pare de polir quando alcançar o resultado desejado.

     DAT usa abrasivos que se quebram ao serem usados. A combinação de pressão, calor e tempo faz com que os abrasivos no composto polidor se tornem cada vez menores e menores. Eles são pulverizados e se desintegram em nada. Após determinado tempo, o polimento não terá mais efeito, independentemente das vezes que você usar. É altamente recomendado trabalhar com o composto polidor até estar completamente desintegrado.

     O DAT oferece um poder de corte inferior ao SMAT, contudo o acabamento de uma superfície vai precisar de um refinamento muito menor. Em alguns casos você pode alcançar um resultado de acabamento com um polimento.

     De acordo com as informações expostas, pode se concluir que SMAT e DAT são os nomes dados para os níveis de tenacidade mais utilizadas em compostos polidores. Permitindo um polimento controlado e uniforme ou um menor refinamento.

     A Detail Shop Brasil possui ambas tecnologias, presentes na linha de compostos polidores da Chemical Guys (SMAT) assim como da Gyeon Quartz (DAT). Para mais informações acesse nosso site https://detailshopbrasil.com.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *